Capilé: Xarope de avenca, flor de laranjeira e história…

Ad Blocker Detectado

Our website is made possible by displaying online advertisements to our visitors. Please consider supporting us by disabling your ad blocker.

No Rio Grande do Sul, Capilé nada mais é do que o suco de laranja fervido com açúcar até ficar na consistência de xarope. Mas existe uma bebida feita com avenca que leva esse nome e oferece diversas possibilidades de consumo, do suco à calda para sorvetes e outras delícias.

O Capilé é uma receita antiga e originalmente portuguesa. Há registro dela em um livro chamado “Cozinheiro Moderno”, de 1780.

É obtida a partir do xarope das folhas de avenca, um pequeno feto herbáceo, além de toque de água de flor de laranjeira. Portanto, sua essência é basicamente formada por ingredientes naturais repletos de vitaminas e antioxidantes.

Diluído em água, o xarope Capilé vira uma bebida levemente adocicada e sutilmente perfumada. Seu poder refrescante é ainda melhor aproveitado quando ela é servida com gelo e casca de limão. Um gostinho que os frequentadores dos belos e renovados quiosques de Lisboa, em Portugal, já conhecem bem.

Mas se você não tiver a oportunidade de visitar o quiosque da Praça das Flores ou do Príncipe Real, não tem problema. O suco de Capilé é muito simples de preparar. A fórmula, também antiga, diz que basta diluir 1 porção do xarope em 8 de água.

Com uma só garrafa do produto, é possível garantir cerca de 25 copos de refresco, sendo que 700ml podem dar origem a 6,3 litros da bebida refrescante. Como dizia o escritor Eça de Queirós, “vai de refresco”!

A inspiração de tempos passados serve para reinvenções criativas deste xarope por toda a parte, sempre com uma pitadinha do charme dos quiosques históricos de Lisboa.

 

A participação do tal xarope de avenca no Capilé

 

Sem dúvida, o elemento principal do Capilé é o xarope de avenca. Este, por sua vez, é obtido por meio da infusão de folhas da planta picadas em água.

É através da infusão que são extraídas do vegetal as substâncias que proporcionam aroma e propriedades terapêuticas. Já o corte das folhas em pedaços bem pequenos permite destruir a estrutura celular, tornando mais fácil e eficiente tanto a penetração da água quanto a liberação de bioativos.

Para completar a receita, basta acrescentar açúcar e levar ao fogo até que a mistura chegue ao ponto de xarope. Além do sabor, o açúcar conserva o extrato, inibindo o surgimento de microrganismos no alimento. Depois, é só aromatizar o preparo com água de flor de laranjeira.

 

 

Existe a versão pronta do Capilé, mas você também pode produzir o xarope em casa. Veja como:

Ingredientes

  • 1,5 L de Água do Luso (Água Mineral Natural de Luso)
  • 3 Kg de Açúcar Amarelo (é um tipo areado e refinado que não elimina completamente o melaço)
  • 50g de Avenca seca
  • Suco de 2 Limões (opcional)
  • Vidrado da casca de 3 Limões

Preparo

1. Lave a avenca seca em água fria para eliminar impurezas

2. Ferva a avenca durante alguns minutos em Água de Luso

3. Deixe-a em infusão até esfriar; coe e reserve

4. Toste o açúcar amarelo no forno, virando o produto de tempos em tempos até que fique no tom castanho escuro. Importante: não pode ser o açúcar branco, pois ele funde e queima sem tostar

5. Junte o açúcar tostado à infusão de avenca, mexendo sempre para evitar criar um bloco no fundo

6. Leve a mistura ao fogo com o vidrado da casca de limão

7. Se preferir um travo ácido no refresco, acrescente o suco de limão

8. Deixe ferver em fogo baixo durante 5 minutos

9. Engarrafe de imediato e rolhe bem

 

 

O Capilé é cheio de possibilidades e histórias. Seu sabor único ainda serve para criar coberturas inesquecíveis para iogurtes, panquecas e sorvetes. Com certeza, uma opção saborosa para agradar a todos em qualquer época do ano e, quem sabe, até preparar um drink especial… Use a criatividade!

Fica a dica!

Até a próxima…

Leave a Reply