Chapiuski

Capilé: Xarope de avenca, flor de laranjeira e história…

No Rio Grande do Sul, Capilé nada mais é do que o suco de laranja fervido com açúcar até ficar na consistência de xarope. Mas existe uma bebida feita com avenca que leva esse nome e oferece diversas possibilidades de consumo, do suco à calda para sorvetes e outras delícias.

O Capilé é uma receita antiga e originalmente portuguesa. Há registro dela em um livro chamado “Cozinheiro Moderno”, de 1780.

É obtida a partir do xarope das folhas de avenca, um pequeno feto herbáceo, além de toque de água de flor de laranjeira. Portanto, sua essência é basicamente formada por ingredientes naturais repletos de vitaminas e antioxidantes.

Diluído em água, o xarope Capilé vira uma bebida levemente adocicada e sutilmente perfumada. Seu poder refrescante é ainda melhor aproveitado quando ela é servida com gelo e casca de limão. Um gostinho que os frequentadores dos belos e renovados quiosques de Lisboa, em Portugal, já conhecem bem.

Mas se você não tiver a oportunidade de visitar o quiosque da Praça das Flores ou do Príncipe Real, não tem problema. O suco de Capilé é muito simples de preparar. A fórmula, também antiga, diz que basta diluir 1 porção do xarope em 8 de água.

Com uma só garrafa do produto, é possível garantir cerca de 25 copos de refresco, sendo que 700ml podem dar origem a 6,3 litros da bebida refrescante. Como dizia o escritor Eça de Queirós, “vai de refresco”!

A inspiração de tempos passados serve para reinvenções criativas deste xarope por toda a parte, sempre com uma pitadinha do charme dos quiosques históricos de Lisboa.

 

A participação do tal xarope de avenca no Capilé

 

Sem dúvida, o elemento principal do Capilé é o xarope de avenca. Este, por sua vez, é obtido por meio da infusão de folhas da planta picadas em água.

É através da infusão que são extraídas do vegetal as substâncias que proporcionam aroma e propriedades terapêuticas. Já o corte das folhas em pedaços bem pequenos permite destruir a estrutura celular, tornando mais fácil e eficiente tanto a penetração da água quanto a liberação de bioativos.

Para completar a receita, basta acrescentar açúcar e levar ao fogo até que a mistura chegue ao ponto de xarope. Além do sabor, o açúcar conserva o extrato, inibindo o surgimento de microrganismos no alimento. Depois, é só aromatizar o preparo com água de flor de laranjeira.

 

 

Existe a versão pronta do Capilé, mas você também pode produzir o xarope em casa. Veja como:

Ingredientes

  • 1,5 L de Água do Luso (Água Mineral Natural de Luso)
  • 3 Kg de Açúcar Amarelo (é um tipo areado e refinado que não elimina completamente o melaço)
  • 50g de Avenca seca
  • Suco de 2 Limões (opcional)
  • Vidrado da casca de 3 Limões

Preparo

1. Lave a avenca seca em água fria para eliminar impurezas

2. Ferva a avenca durante alguns minutos em Água de Luso

3. Deixe-a em infusão até esfriar; coe e reserve

4. Toste o açúcar amarelo no forno, virando o produto de tempos em tempos até que fique no tom castanho escuro. Importante: não pode ser o açúcar branco, pois ele funde e queima sem tostar

5. Junte o açúcar tostado à infusão de avenca, mexendo sempre para evitar criar um bloco no fundo

6. Leve a mistura ao fogo com o vidrado da casca de limão

7. Se preferir um travo ácido no refresco, acrescente o suco de limão

8. Deixe ferver em fogo baixo durante 5 minutos

9. Engarrafe de imediato e rolhe bem

 

 

O Capilé é cheio de possibilidades e histórias. Seu sabor único ainda serve para criar coberturas inesquecíveis para iogurtes, panquecas e sorvetes. Com certeza, uma opção saborosa para agradar a todos em qualquer época do ano e, quem sabe, até preparar um drink especial… Use a criatividade!

Fica a dica!

Até a próxima…

Deixe um comentário!

Bebidas mais caras do mundo