Chapiuski

Planta da tequila: conheça tudo sobre a Agave-azul e sua produção

Você pode muito bem se gabar pela quantidade de shots de tequila que consegue virar em uma noite, mas você sabe de onde vem essa bebida? Enquanto várias bebidas alcoólicas, como o whisky e a cerveja, são feitas a partir de grãos e malte, a tequila é produzida a partir do extrato de uma planta conhecida como Agave-azul.

As tequilas que conhecemos aqui no Brasil não são as mais puras do mundo, o que significa que elas não feitas 100% da Agave-azul, mas também contam com outras substâncias na base da sua receita. Por isso, talvez a gente não conheça as melhores tequilas do mundo, que são as mais puras.

Vamos conhecer um pouco mais sobre essa planta tão especial que dá origem à tequila!

O cultivo da Agave-azul

Para entender o cultivo da planta da tequila, primeiro vamos conhecer de onde surgiu o nome dessa bebida. A palavra “tequila” vem de “Tequilis”, o nome do povo indígena que habitava a região onde a planta crescia no México.

Tequila significa “montanha de fogo”, o que faz sentido, já que a região onde esses índios viviam ficava próxima a um vulcão. É nessa terra quente e arenosa de clima muito árido que a planta da tequila, a Agave-azul, cresce.

Então, sinto lhe informar, mas você não poderá crescer algumas mudas dessa planta no seu quintal para criar a própria tequila em casa.

De onde vem a tequila?

E como é obtida a tequila dessa planta? Para começar, a Agave-azul precisa crescer por 12 anos até que possa ser utilizada para produzir a bebida. Por isso, é necessário um longo e cuidadoso cultivo para evitar que diferentes pragas e condições estraguem a colheita.

A agave-azul é, então, obtida do centro da planta, de onde se extrai uma seiva que é, finalmente, fermentada e destilada para a produção da tão querida tequila.

Diferentes regiões e diferentes sabores

Um dos maiores centros de colheita da tequila fica no estado de Jalisco, no México, onde, do seu solo vulcânico e vermelho, é realizada a colheita e extração de 300 milhões de plantas da tequila por ano. Mas, essa não é a única região de onde vêm a tequila.

Essa variedade de regiões, inclusive, é responsável pela variedade de sabores e tipos de tequilas diferentes, uma vez que o sabor da bebida é diretamente influenciado pelo solo no qual a Agave-azul é cultivada.

Para o seu conhecimento, as diferenças de sabores da tequila dizem respeito à altitude onde a planta da tequila foi cultivada. Se você experimentar uma tequila de sabor mais doce, pode ter certeza que ela vem de uma planta cultivada em uma região mais elevada.

Enquanto aquelas que crescem uma região mais baixa tendem a ter um sabor que lembra bastante o gosto das ervas. As plantas de regiões mais elevadas também tendem a ser maiores do que aquelas que crescem em áreas de menor relevo.

A Agave-azul nem sempre foi a planta da tequila

Apesar de ser conhecida como a “planta da tequila”, a Agave-azul nem sempre fora utilizada na produção da bebida. Antes desse uso ser descoberto, por exemplo, suas folhas eram amplamente utilizada na construção de telhados, assim como na produção de ferramentas, como pregos, cordas, alfinetes e agulhas.

Outros usos para a planta da tequila também podem ser mais medicinais, visto que ela pode trazer alguns benefícios para o intestino, além de servir no tratamento de algumas doenças.

1 comentário

  • Gostaria d saber onde se cultiva a agave Azul no Brasil e como podemos entrar em contato com os produtores.

Bebidas mais caras do mundo