Qual é a diferença entre chopp e cerveja? Saiba tudo aqui

Ad Blocker Detectado

Our website is made possible by displaying online advertisements to our visitors. Please consider supporting us by disabling your ad blocker.

A cerveja já faz parte do dia a dia do brasileiro. Seja para dar uma relaxada no final de um dia de trabalho, na happy hour com os amigos, para refrescar na beira da praia ou depois do futebol, ela está sempre com a gente nos bons momentos. Mas, quando falamos em celebrações, é comum pedirmos um barril de chopp para comemorar.

Apesar disso, as duas bebidas são bastante semelhantes em aspecto e sabor e, por isso, são poucas as pessoas que conhecem a verdadeira diferença entre elas. Você acha que sabe o que difere a cerveja do chopp? Se não, discutiremos o que separa as bebidas abaixo.

O processo de pasteurização

Muitas pessoas têm certeza que a diferença é bastante simples: a cerveja é pasteurizada, enquanto o chopp não é. Para começo de conversa, vamos entender o que é a pasteurização. Esse se trata de um processo que funciona da seguinte maneira: no final da sua produção, a bebida é aquecida a 70° celsius e, logo após, é refrigerada.

Isso faz com que microrganismos que podem fazer mal para a saúde sejam eliminados da cerveja. No que isso influencia? A pasteurização serve simplesmente para aumentar o tempo de vida da cerveja.

A diferença está na pasteurização?

Por um tempo, a afirmação de que o fato de a cerveja ser pasteurizada diferenciava ela do chopp podia até ser verdade, mas não é isso que traça a linha entre o chopp e a cerveja. Para começar, precisamos entender que muitas empresas que produzem o chopp passaram a fazê-lo passar pelo processo de pasteurização também como forma de prolongar o tempo no qual ele pode ser consumido e produzir um produto mais duradouro. Isso fez com que a maior diferença entre as duas bebidas fosse eliminada.

Influências da pasteurização

Se essa não é a diferença entre chopp e cerveja, então porque é tão comum acreditarmos que sim? Bem, além de fazer com que as cervejas tivessem uma validade maior do que a do chopp, a pasteurização também causa algumas diferenças de sabor entre as bebidas.

Como não costumava ser pasteurizado, o chopp era muito mais encorpado do que a cerveja, se apresentando muito mais cremoso do que a bebida servida em latas e garrafas.

Quando alguns produtores passaram a submeter o chopp ao processo de pasteurização, essas diferenças começaram a se misturar e não havia mais como dizer que o chopp era mais encorpado do que a cerveja, uma vez que novas variações começaram a aparecer.

Diferenças no envasamento

Enquanto a cerveja é vendida em latinhas e garrafas, nós costumamos chamar de chopp a bebida que é vendida em barris de pressão e, para alguns, essa diferenciação basta. Mas, essa ainda não é a verdadeira diferença entre chopp e cerveja.

A diferença entre chopp e cerveja

A palavra “chopp” vem do alemão “schoppen”, que se refere ao volume de um recipiente. Mais exatamente, “schoppen” significa “meio litro”. A palavra se refere, então, não à maneira como uma bebida é produzida, mas sim onde ela é servida. A palavra “chopp” é utilizada devido aos canecos de meio litro no qual a bebida é tradicionalmente consumida.

A palavra tornou-se comum e passou a se referir à bebida armazenada sob pressão, devido ao seu uso por imigrantes alemães no Brasil, que enchiam seus canecos com a cerveja do barril e a chamavam de “chopp”. Assim, o “chopp” se difundiu no Brasil como a cerveja servida no barril, ao invés do caneco usado para consumi-la.

Leave a Reply