Como fazer Dry Martini

Ad Blocker Detectado

Our website is made possible by displaying online advertisements to our visitors. Please consider supporting us by disabling your ad blocker.

Dry Martini

Se você já assistiu aos filmes do James Bond, com certeza já ouviu falar do drink que ensinaremos hoje. Na verdade, mesmo se você não é familiar com os filmes do espião, provavelmente conhece a bebida mesmo assim. O Dry Martini não é estranho para ninguém, pois é facilmente uma das bebidas mais famosas do mundo, recebendo homenagens não só no cinema, mas também na literatura por diversos autores, entre eles o famoso Ernest Hemingway.

Apesar de 007 preferir uma variação do Dry Martini feita com vodka, os filmes do agente secreto mais conhecido no mundo somente ajudaram a aumentar a popularização da bebida. Hoje, vamos aprender como preparar o Dry Martini, assim como algumas das suas variações.

A história do Dry Martini

Antes de partirmos para as receitas, que tal um pouco de contexto histórico para você poder impressionar os seus convidados enquanto preparar o drink para eles? A fama do Dry Martini não surgiu da noite para o dia, na verdade, a bebida é um dos drinks mais antigos que conhecemos. Sua história começa lá em 1910, no famoso Hotel Knickerbocker dos Estados Unidos.

Reza a lenda que o grande empresário americano chamado John Rockefeller estava ficando no hotel por alguns dias, e o barman do estabelecimento estava bem determinado em impressioná-lo. O nome do barman não era nada menos do que John Martini e, obviamente, é daí que vem o famoso nome da bebida também.

Apesar de toda essa história, há quem diga que essa não é a origem do Dry Martini. Apesar de ser uma história menos popular do que a anterior, ainda conta-se que o Dry Martini é uma variação do Martini Rosso, um drink italiano de 1863, inventado por um homem chamado Alessandro Martini. Seja qual for a história verdadeira, não dá para negar que o Dry Martini se popularizou muito desde então.

Quando consumir o Dry Martini?

Apesar de ser uma boa pedida em festas de coquetel ou momentos mais refinados entre amigos, o Dry Martini não é, tradicionalmente, uma bebida para se consumir em comunidade. Na verdade, devido ao seu sabor mais seco, ele muitas vezes é visto como uma bebida para momentos mais introspectivos e solitários. É por esse motivo que, historicamente, o Dry Martini é uma bebida apreciada por tantos escritores famosos, pois muitos apreciavam a bebida em suas noites solitárias e de reflexão enquanto trabalhavam nos seus livros.

Receitas de Dry Martini

Sem mais delongas, vamos para o que interessa: como preparar o Dry Martini e algumas das suas variações. Vamos falar sobre a bebida original, assim como duas das suas variações, o Dry Dry Martini e o Vodka Martini, o drink predileto do espião 007. Vamos começar pelos ingredientes de cada receita.

Dry Martini Clássico:

  • 60 ml de London Dry Gin
  • 60 ml de Vermute Seco

Dry Dry Martini:

  • 110 ml de London Dry Gin
  • 10 ml de Vermute Seco

Vodka Martini:

  • 60 ml de Vodka
  • – 60 ml de Vermute Seco

Modo de preparo

O preparo das bebidas é o mesmo e bastante simples. Para começar, antes de misturar os ingredientes, você deve deixar a taça em que irá servir o Dry Martini no freezer por cerca de 20 minutos, prefira uma taça de haste bastante fina para isso. Assim como a taça, as bebidas utilizadas também devem estar geladas, tudo isso para evitar o uso de gelo para não estragar o sabor do Dry Martini.

Para preparar o Dry Martini você só precisará misturar as medidas estabelecidas em um mixing glass, evitando utilizar um shaker para batê-las. Mergulhar uma azeitona ou cereja para decorar é opcional, mas muito comumente utilizado. Em alguns lugares, também, é comum pingar três gotas de limão para complementar o sabor do Dry Martini.

Leave a Reply